Início > Computadores e Internet > Mouse pra quê?

Mouse pra quê?

TÉCNICAS & TRUQUES »

A tecla "Menu"

B. Piropo – Estado de Minas

Publicação: 17/12/2009 15:00

Atualização: 17/12/2009 15:05

Há coisas que estão em frente a nós, dia após dia, e
mal nos damos conta de sua existência. E, quando reparamos nelas, nem
sequer nos damos ao trabalho de descobrir para que servem. Um bom
exemplo é a tecla “Menu” dos teclados “Windows” (teclados “Windows” são
aqueles que exibem duas teclas “Windows”, uma de cada lado da barra de
espaços; veja uma delas na figura). Ela fica na direita do teclado
alfanumérico, na mesma linha da barra de espaços, entre as teclas
“Windows” e “Ctrl”, e sua identificação é o ícone de um típico menu de
cortina com uma pequena seta sobre ele. Na figura ela está assinalada
com um contorno vermelho.

Saiba mais…


Pergunte ao Piropo

Se você a usa, é a exceção que confirma a regra. Porque
pouquíssimas pessoas o fazem. Na verdade, pouquíssimas pessoas ao menos
sabem que ela existe. Você já havia reparado nela? Dispensou algum
tempo para premi-la só para “ver o que acontece”? Se não, tente agora.

Como
era de esperar, levando em conta seu nome, aparece um menu. Menos as
exceções de praxe, isso é o máximo que a maioria dos usuários sabe
sobre ela. Quanto a usá-lo é outra história. Eu mesmo não conheço
ninguém que o faça. Mas sempre é bom saber que algum dia aquela tecla
pode vir a ser útil. E, quando isso acontecer, acredite: ela será muito
útil.

Porque o que de fato acontece é que pouca gente se dá
conta do que aquele menu representa. Experimente o seguinte: em um
momento qualquer durante uma tarefa que esteja sendo executada no
micro, interrompa a digitação e prema a tecla “Menu”. Repare no menu
que se abre. Tecle “Esc” para fechá-lo e, sem mover o mouse da posição
em que estava quando o menu foi aberto, execute um clique com o botão
secundário, por padrão o botão direito. Agora compare o conteúdo dos
dois menus, o menu de contexto que se abre mediante um clique do botão
secundário com aquele que se abrira antes acionado pela tecla “Menu”.

Asseguro
que qualquer semelhança não é mera coincidência. Pois a função da tecla
“Menu” é justamente replicar a do botão secundário do mouse e abrir o
menu de contexto do objeto selecionado. Se duvida, feche as janelas
abertas, passe para a Área de Trabalho (“Desktop”), selecione
diferentes objetos (de preferência aqueles que você sabe que
apresentarão menus de contexto diferentes, como um ícone de programa,
um de arquivo de dados e um de um objeto do sistema, como a “Lixeira”
ou o “Computador”), e, sobre cada um deles, clique com o botão direito
do mouse, acione a tecla “Menu” e compare os resultados.

Pois
agora vem a pergunta inevitável: mas, se a única função da tecla é
replicar a ação de um clique do botão secundário, por que cargas d’água
o usuário haveria de se preocupar com sua existência se é tão mais
simples clicar com o botão secundário?

Pois a resposta é ainda
mais singela: o clique com o botão secundário só é simples quando o
mouse (e seus botões) está funcionando. Quando não, fazem uma falta dos
diabos. E é justamente aí que entra a tecla “Menu”. Que permite
continuar trabalhando com pouquíssima perda de produtividade nos casos
em que não se tem um mouse ou, o que é mais comum, o mouse “morreu”
durante uma sessão de trabalho ou não foi carregado após uma
inicialização.

Porque, como sabemos todos, juntas e
apropriadamente combinadas as setas de navegação e “Tab” permitem
simular quase tudo o que se faria movimentando o mouse e, na maioria
dos casos, a tecla ENTER replica perfeitamente a ação de seu botão
principal, o esquerdo. Só ficava faltando um modo de acionar o menu de
contexto, ou seja, substituir o botão direito. Agora não falta mais.
Aberto o menu de contexto com a tecla “Menu”, você pode navegar entre
as opções com as setas e escolher a desejada com ENTER. E só vai
precisar de se preocupar em resolver o problema do mouse depois de
terminada a tarefa com a qual está envolvido. Ou, pelo menos, de gravar
o arquivo em que está trabalhando. Bom proveito.

  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: